Depende! No coceito da homeopatia não existe doença, mas sim doentes. Duas pessoas diferentes apresentando sintomas semelhantes podem vir a utilizar medicamentos totalmente diferentes para uma mesma doênça.

 

O exemplo mais simples seria o de uma dor de cabeça, que para um determinado indivíduo seria uma dor de cabeça ordinária e para outro seria uma dor de cabeça insuportável - apesar das duas terem os mesmos sintomas. Logicamente, o medicamento que deve ser utilizado por um seria totalmente diferente do medicamento utilizado pelo outro indivíduo.

 

Por isso, o sucesso do tratamento da homeopatia depende, acima de tudo, da capacidade do médico em diagnosticar o que deve ser curado no paciente e o que é curativo no medicamento homeopático que pretende utilizar, de modo a selecionar o melhor possível este último.

 

Em alguns processos traumaticos, onde a cirurgia é indicada, a homeopatia pode ser utilizados para um restabelecimento mais rápido do paciente. Em outros processos, como o câncer, a homeopatia pode ser utilizada para um melhor aporte dos resultados obtidos com a terapia convencional.