Reconhecida desde 1980 pelo Conselho Federal de Medicina e, inclusive, recomendada pela Organização Mundial da Saúde, a homeopatia se destaca da medicina convencional por tratar o indivíduo em sua integralidade e estimular, em especial, o aumento da resistência do organismo. Talvez devido à essas características, tenha surgido a dúvida de que os tratamentos homeopáticos só funcionam para doenças crônicas. No entanto, isso não é bem verdade. Quer entender o porquê? Então, acompanhe esse post na íntegra!

Primeiramente, não é novidade dizer que o nosso corpo é composto por um sistema conectado e por isso é comum observar sintomas físicos, como uma alergia ou uma dor de cabeça, surgir após acometimentos emocionais, certo? Pois bem, diferentemente da medicina tradicional na qual há um profissional especializado em cada parte do corpo, a homeopatia trata o paciente de maneira integral, conhecendo sua história de vida, seus hábitos, a qualidade do sono, como é o funcionamento de seu intestino e de sua bexiga, além de vários outros aspectos. 

A homeopatia também se destaca por ser baseada na cura pela semelhança. Assim, ao utilizar a substância que produz efeitos semelhantes aos sintomas que o paciente apresenta, estimula o sistema imunológico e reequilibra a energia vital possibilitando a defesa contra a doença. Por isso, embora a homeopatia seja amplamente adotada para o tratamento de doenças crônicas, colhe excelentes resultados em doenças consideradas agudas com as vantagens de poder ser usada em pessoas de qualquer idade e de não oferecer qualquer efeito colateral, pois são manipulados a partir de matérias-primas 100% naturais.

Dessa forma, a homeopatia pode ser utilizada em uma ampla gama de patologias, a exemplo de tratamentos de alergias, bronquite, rinite, amigdalite, sinusite, infecções de ouvido ou gastrointestinais, doenças ginecológicas ou dermatológicas, gripes, infecções virais e bacterianas gerais, bem como depressão, transtornos de humor e déficit de atenção

Mas, atenção! Quando utilizada especificamente para tratar doenças crônicas, como bronquite, doenças reumáticas, psiquiátricas e autoimunes, percebe-se uma diminuição gradativa do número de crises, até que se chegue à sua remissão completa. Já para alguns quadros graves, como câncer, a terapia funciona como tratamento complementar e coadjuvante, melhorando as reações adversas da quimioterapia e radioterapia e garantindo mais qualidade de vida aos pacientes.

 

E então, gostou deste post? Caso ainda tenha alguma dúvida sobre a adoção dos tratamentos homeopáticos para doenças crônicas ou agudas, não deixe de entrar em contato com a Renascer Homeopatia. Somos referência medicamentos homeopáticos e florais em Nova Iguaçu há mais de 30 anos!