Diferente dos medicamentos alopáticos produzidos pela indústria farmacêutica, os medicamentos homeopáticos são formulados em doses mínimas.

O medicamento homeopático é o resultado da combinação de substâncias extraídas da natureza. Para produzir o medicamento homeopático são utilizadas substâncias dos reinos mineral, vegetal ou animal.

A utilização da matéria-prima só é feita depois de um estudo prévio com a observação de reações em homem são. Dessa forma é traçado nível de potencialidade de cura. As substâncias de partida utilizadas podem ser tóxicas ou inertes. Porém, após diluídas e dinamizadas, devem ter a descrição dos seus efeitos no homem são de forma bem detalhada.

As substâncias básicas preparadas recebem o nome de tinturas-mãe e os processos das diluições sucessivas são iniciados a partir dela. Após realizar inúmeras vezes o processo de diluição e agitação é possível chegar à dose mínima. Na dose mínima é reduzida a toxidade da substância e cresce o potencial curativo da substância.

O processo de diluição seguido de agitação, recebe o nome de dinamização (dynamis- vem do grego e significa força). Através da dinamização é possível ativar na substância a capacidade de agir e atuar na força vital do organismo.

Quer saber mais sobre os medicamentos homeopáticos? Entre em contato com a Renascer.

 

+ Como é o tratamento homeopático?
+ Quais são os três princípios básicos da homeopatia?
+ Como a homeopatia vê as pessoas?
+ Mitos e verdades sobre a Homeopatia