Em busca de alternativas aos remédios tradicionais que cumprem o objetivo de ajudar o organismo a eliminar doenças e bactérias, mas ignoram completamente as influências provocadas por desequilíbrios emocionais, o inglês Edward Bach (1886-1936), médico homeopata, bacteriologista e patologista, dedicou-se ao estudo das plantas. Para ele, muitas pessoas contraem doenças como consequência de desajustes emocionais e, por isso, é imprescindível restaurar o equilíbrio energético/emocional para, assim, curá-las integralmente. Portanto, vamos entender como funciona a terapia floral. Acompanhe!

 

Para que serve um floral?

Com os estudos, Edward Bach identificou a existência de 38 essências florais e, a partir disso, relacionou cada flor a um tipo de sofrimento interior. Ele dividiu essas essências em 12 Curadores associadas aos tipos de personalidade, 7 Auxiliares utilizadas nas condições que se tornaram habituais e 19 Complementares para tratar respostas emocionais e eventos traumáticos. Essas essências são capazes de nos ajudar a lidar com as mais diversas emoções negativas e sentimentos conflitantes, como insatisfação, incerteza, timidez, insegurança, raiva, ansiedade, depressão, crises de pânico, cansaço físico excessivo, enxaqueca, alergias e muitos outros.

 

Para quem é indicada a terapia floral?

Embora mais procurada por pessoas que já estão doentes e em busca de uma alternativa complementar para otimizar a cura, a terapia com florais também é indicada a indivíduos que percebam estar carregados de energias negativas, baixo astral e desânimo. Ou seja, seu uso é bastante democrático e todos podem se beneficiar (inclusive os pets!).

 

Como escolher a essência ideal para iniciar a terapia floral?

Para compreender como funciona a terapia floral foi preciso contextualizar que esse método faz uso de compostos energéticos chamados essências florais e que cada essência floral possui uma função específica para reequilibrar o emocional e reduzir os riscos de doenças, certo? Muito bem, caso tenha gostado e queira conferir de perto esses benefícios, busque a orientação de um terapeuta floral para obter um composto único capaz de atender às suas necessidades.

 

Como usar a terapia floral?

Não há segredos para usar a terapia floral. Normalmente, o terapeuta indica pingar quatro gotas da essência diretamente na boca, quatro vezes ao dia. Para crianças, gestantes e lactantes, a recomendação é diluir o floral em água ao invés de ingeri-lo diretamente.

 

Há riscos de efeitos colaterais ou intoxicação com os florais?

A terapia floral funciona de maneira 100% natural e diluída, por isso, não há qualquer possibilidade de efeitos colaterais ou riscos de intoxicação. Aliás, isso justifica o fato de o Ministério da Saúde não os considerar remédios, podendo, inclusive, ser comprados sem receitas nas farmácias homeopáticas.

 

E então, gostou deste post? Caso ainda tenha alguma dúvida sobre como funciona a terapia floral, não deixe de entrar em contato com a Renascer Homeopatia. Somos referência medicamentos homeopáticos e florais em Nova Iguaçu há mais de 30 anos!